17/03/2013

Escrito visionário...


(escrito de Fernando Pessoa)

em papel de linhas e caminhos foi escrito
e tu entraste nele
tinhas forma e roupagens
                                                    (que despi)
e tinhas odor, som, vida, forma e sal
uma sequência infernal de querubim
na entrega ao pecado original
até o contorno da tua  boca era feito pra lamber
com beijos mordidos e intemporais
                                                  (sem principio sem fim)

estão desbotadas algumas das letras que habitam lá
baba de mel, pingos de leite e suor animal
tornam essa escrita mais leve e a sua essência mais real

ele grita e sorri
                                      de ti, de mim
 orgulho na concepção dessa gloriosa predestinação
 geme ainda ao recordar o feitiço da concretização
e no labirinto silêncioso da exactidão
homenagia todas as caminhadas feitas na maldita sedução
nesse arrebatamento roubado ao gozo
e alimentado na mais completa preversão

que visionária dimensão a desse escrito pois então
antecipou loucura, luxuria, promiscuidade e evasão
baptizou de sofreguidão a saliva quente que se lambeu na conexão
 relembrou muita loucura de uma outra encarnação

sabia até do jeito de colocar as mãos na libertação
sabia dos gritos encarcerados na pele
sabia de cor o idioma idiondo do inferno insano do sangue 
conhecia os memoriais da devassa exaltação


agora releio-o e ouço-o
ouço ainda o que há em mim e o que sinto
sei que não há tempo não
                                                 há escritos de exactidão 





(foto minha)

4 comentários:

  1. Cheguei querida Sahara...e pelo que estou vendo escreveste muito, escusado será dizer que tenho muita leitura para recuperar.
    Pelo que me foi dado sentir nestes ultimos, leitura forte, como aliás já é hábito.
    Como num qualquer dia disseste "serenamente forte".

    Beijo
    Pedro
    (tens ido ao teu recolhimento? vou lá hoje, ainda, pode ser que nos respiremos por lá)

    ResponderEliminar
  2. Viva Pedro...Welcome! :-)


    Vou abrandar a marcha, atendendo à tua recuperação :-)))


    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  4. O reflexo na água, que tão bem acaba por nos definir...


    Um beijo amiga, do tamanho da tua sabedoria.

    ResponderEliminar

Obrigado por me vir ler e comentar.